O que fazer na Lapa: 9 lugares para conhecer

Imagem dos arcos da Lapa, em diagonal.

O Rio de Janeiro tem muitas regiões consideradas boêmias, mas uma das mais icônicas, sem dúvida alguma, é a Lapa. O tradicional bairro, localizado na região central do Rio sempre se destacou, além dos seus maravilhosos e históricos arcos, pela sua diversidade, por concentrar muitos bares com música ao vivo, restaurantes e casas de shows. Mas diante de tudo isso, você realmente sabe o que fazer na Lapa? 

É por isso que neste conteúdo preparamos uma lista com sete lugares incríveis localizados na Lapa, para você colocar em sua programação quando for visitar a Cidade Maravilhosa. São opções noturnas e diurnas em um dos bairros mais clássicos e carismáticos do Rio, que sempre reúne 

Então, prepare a bagagem e venha conosco nessa viagem por essa região que exalta cultura, energia e reflete a essência carioca. 

A história da Lapa

Antes de entrarmos na lista de lugares para conhecer na Lapa, é interessante entender um pouco da história desse bairro fantástico na zona mais central do Rio de Janeiro, que está diretamente ligada à evolução cultural da cidade.

O primeiro ponto é que a Lapa não é apenas um bairro, trata-se de um símbolo de resistência e movimento cultural do Rio. Habitada pelos indígenas, inicialmente, e depois pelos portugueses, no séc XIV, a região começou a ganhar mais destaque no início do séc XX, quando se tornou o epicentro da música e da dança, atraindo muitos turistas de vários lugares do Brasil e do mundo. 

A Lapa, ao longo das décadas, presenciou em suas ruas e bares, a ascensão de diversos gêneros musicais, como o samba e o choro, atraindo artistas e intelectuais que moldaram a cultura brasileira. Seus famosos arcos, uma obra de engenharia do século XVIII construída com o objetivo de funcionar como aqueduto, hoje é cartão postal do bairro e servem como um lembrete histórico de sua importância urbana. 

Houve um período de declínio, porém a Lapa se reinventou e hoje é considerada um epicentro cultural e turístico, preservando seu legado histórico e vibrando como nunca o ritmo da contemporaneidade carioca. 

A Lapa e a cultura carioca

O bairro da Lapa, ao longo de sua história, sempre foi relevante na cultura do Rio de Janeiro, atuando como palco para a diversidade artística e o berço de expressões culturais significativas. Oferece uma incrível experiência cultural e para perceber isso, basta caminhar por suas ruas históricas, entrar em bares e casas de shows, onde ritmos como o samba, forró e outros se encontram. 

Além disso, em sua história, a Lapa desempenha um papel fundamental na manutenção da essência e identidade carioca. Isso porque, o bairro promove não apenas a música, mas a dança, o teatro e as artes visuais. Esse bairro representa a resistência e a renovação cultural, acolhendo tanto artistas renomados quanto novos talentos, e garantindo que o legado cultural do Rio continue se desenvolvendo.

9 lugares incríveis para conhecer na Lapa

Depois de você conhecer um pouco da história e da representatividade cultural e do bairro a para o Rio, agora é o momento de saber o que fazer na Lapa. Para ajudar você, desenvolvemos uma lista com sete lugares sensacionais que ficam na Lapa, para você incluir em seu roteiro de viagem. Você vai adorar, Confira! 

1 – Arcos da Lapa

Imagem dos arcos da Lapa em diagonal, no entardecer.

Iniciamos a nossa lista com um dos monumentos mais icônicos do Rio de Janeiro, os Arcos da Lapa, um cartão postal que representa muito mais do que uma impressionante obra de engenharia da era colonial. Inicialmente construídos para servir como um aqueduto que transportava água do Rio Carioca até o centro da cidade, esses arcos transformaram-se em um dos mais significativos pontos de encontro urbanos. 

Ao cair da noite, a região em torno dos Arcos da Lapa se enche de vida, com uma efervescente mistura de música ao vivo, barracas de comida e artesãos locais, oferecendo uma imersão na alma cultural carioca. É um lugar onde a história se encontra com a modernidade, e onde os visitantes podem sentir a pulsação do Rio.

2 – Escadaria Selarón

Foto da escadaria Celarón, de baixo para cima.

Outro ponto tradicional na Lapa é a colorida escadaria Selarón. Este projeto, iniciado como uma homenagem do artista chileno Jorge Selarón ao Brasil, acabou por se tornar um símbolo internacional de alegria e resistência artística. Coberta por azulejos coletados de todo o mundo, cada passo nesta escadaria conta uma história diferente, tornando-a uma das galerias de arte ao ar livre mais fascinantes. A dedicação de Selarón transformou um espaço ordinário em um ponto de encontro global para os amantes da arte e da cultura.

3 – Circo Voador

Foto interna do Circo Voador, com um show acontecendo.

Inaugurado em 1982 na Praia do Arpoador e logo depois transferido para a Lapa, o Circo Voador é um espaço cultural lendário que tem desempenhado um papel crucial na cena musical do Rio desde a década de 1980. Conhecido por sua atmosfera inclusiva e pelo fato de abrigar uma ampla gama de gêneros musicais, desde o rock até o samba e a MPB, o Circo Voador é mais do que um local de shows: é um berço de manifestações culturais, políticas e sociais, onde artistas e público se encontram para celebrar a diversidade e a criatividade.

4 – Fundição Progresso

Sendo originalmente uma fundição de ferro no século XIX, este espaço foi reinventado como um dos maiores centros culturais da cidade. A Fundição Progresso é um catalisador para a arte e a cultura, oferecendo uma programação eclética que inclui desde grandes shows de música até oficinas educativas e eventos comunitários. Sua arquitetura única, combinada com um compromisso firme de desenvolvimento cultural e social, faz da Fundição um marco imprescindível na paisagem cultural da Lapa.

5 – Bar da Lapa

Um dos mais tradicionais pontos de encontro do bairro representa a personificação da vida noturna da Lapa. No Bar da Lapa, visitantes de todos os cantos se reúnem para desfrutar da essência do samba e da cultura brasileira. Com uma decoração que nos transporta diretamente aos antigos botequins cariocas, o bar oferece uma experiência autêntica, complementada por uma seleção de petiscos locais e caipirinhas artesanais. A música ao vivo, que varia do samba de raiz ao forró, transforma cada noite em uma celebração vibrante da cultura brasileira.

6 – Feira da Rua do Lavradio

A Feira do Lavradio não é apenas um mercado de rua; podemos dizer que é uma celebração mensal da cultura e da história carioca. A feira se estende pela Rua do Lavradio, sendo um mosaico de estandes que oferecem desde antiguidades e livros raros até artesanato contemporâneo e moda. 

Além das compras, os visitantes podem desfrutar de apresentações musicais ao vivo, que adicionam uma trilha sonora autêntica à experiência. A Feira do Lavradio é um espaço onde o passado e o presente da cultura carioca se encontram e convivem harmoniosamente.

7 – Sala Cecília Meireles 

Dedicada à música de câmara, a Sala Cecília Meireles é um tesouro acústico localizado no coração da Lapa. Após uma reforma meticulosa, a sala reabriu suas portas com uma acústica aprimorada e um ambiente ainda mais convidativo. A programação variada atrai tanto aficionados por música clássica quanto novos ouvintes, desejosos por explorar o rico repertório oferecido. A Sala Cecília Meireles não é apenas um local para concertos; é um santuário da música que celebra a beleza e a profundidade da expressão artística.

8 – Carioca da Gema

Imagem da frente do bar Carioca da Gema, com muitas pessoas sentadas nas mesas externas

Um dos clubes de samba mais tradicionais e respeitados do Rio, o Carioca da Gema está localizado em um antigo edifício restaurado na Lapa. O local é famoso por apresentar algumas das melhores rodas de samba da cidade, atraindo tanto músicos renomados quanto novos talentos da cena musical carioca. Além da música de alta qualidade, o Carioca da Gema oferece um ambiente acolhedor e uma seleção de petiscos e bebidas que destacam o melhor da culinária do Rio de Janeiro. 

O Carioca da Gema é um dos melhores lugares para você ter uma experiência imersiva, que permite sentir a verdadeira essência do samba e da cultura carioca, em um ambiente vibrante e cheio de história. Este é um ponto de encontro obrigatório para quem deseja vivenciar a música e a alegria que definem o Rio de Janeiro.

9 – Museu da Imagem e do Som (MIS)

Para aqueles que buscam uma experiência cultural enriquecedora durante o dia na Lapa, o Museu da Imagem e do Som oferece uma imersão profunda na história audiovisual do Brasil. Localizado próximo à efervescente vida noturna da Lapa, o MIS é um contraponto diurno que explora a evolução da música, cinema, fotografia e design no país. 

As exposições permanentes e temporárias do museu abrangem desde a era do rádio até a era digital, incluindo coleções de discos raros, fotografias históricas, filmes e gravações que narram momentos significativos da cultura brasileira. Mas além de exposições, frequentemente é organizado no MIS workshops, palestras e exibições de filmes, fazendo deste espaço um ponto de encontro vital para entusiastas da arte e da cultura

Estas foram apenas algumas dicas do que fazer na Lapa, um bairro repleto de opções para os mais diversos gostos e estilos. São lugares incríveis que você não pode deixar de conhecer. 
Quer saber mais dicas sobre lugares incríveis para visitar no Rio de Janeiro? Acesse o nosso blog. Lá você vai encontrar muitos conteúdos ricos em informações que, com certeza, irão ajudar no seu roteiro de viagem pelo Rio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos posts

Explorar as cidades históricas do Rio de Janeiro…
Viajar é realmente algo maravilhoso, não é mesmo?…
O outono no Rio de Janeiro traz uma…

Você pode gostar também

O Rio de Janeiro tem muitas regiões consideradas…
O Rio de Janeiro, conhecido mundialmente por lindas…
Existem muitos bairros famosos no Rio de Janeiro,…
Quando pensamos em lugares para viajar no Rio…