Passeios alternativos no Rio de Janeiro:12 lugares para conhecer

Imagem da entrada principal do Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Você já pensou em realizar passeios alternativos pelo Rio de Janeiro? A cidade maravilhosa, conhecida mundialmente pelas tradicionais praias e pontos turísticos, tem muito mais a oferecer além dos braços abertos do Cristo Redentor, do morro Pão de Açúcar, das areias de Copacabana e Ipanema. 

Neste artigo vamos mergulhar em um Rio de Janeiro menos conhecido pela óptica do turismo, porém igualmente lindo. Iremos mostrar para você doze lugares que desviam um pouco dos tradicionais roteiros, oferecendo uma experiência fascinante, única e com uma visão mais abrangente do Rio. 

Se você está procurando locais diferentes dos habituais, venha conosco nessa jornada. Descubra lugares que não estão nos planos de muitos passeios mais tradicionais no Rio de Janeiro e se encante com a beleza desses ambientes. Vamos lá!

12 lugares alternativos para visitar no Rio de Janeiro

Além dos típicos pontos turísticos do Rio, aqueles conhecidos mundialmente, existem outros locais na cidade tão maravilhosos quanto. Esses lugares, muitas vezes, passam despercebidos pela programação de grande parte das pessoas que visitam a capital fluminense. 

Enxergue o Rio de Janeiro por outro ângulo. Mergulhe mais fundo nesse caldeirão cultural e conheça outras facetas da cidade maravilhosa, através desses lugares alternativos. Acompanhe a lista que preparamos com alguns desses pontos repletos de histórias e encantamentos. 

1. Ilha da Gigoia

Imagem da Ilha da Gigoia. Há um barco no Rio e casas ao fundo.

Uma ilha encantadora na Lagoa da Tijuca, a Ilha da Gigoia é um refúgio ideal para quem procura paz e contato com a natureza. Acessível apenas por barco, oferece uma experiência única de gastronomia e hospedagem.

2. Bairro de Santa Teresa

Conhecido por suas ladeiras e atmosfera boêmia, Santa Teresa é um convite à arte e história. Com ateliês, restaurantes e bares, é uma viagem no tempo com seu famoso bonde amarelo.

4. Feira de São Cristóvão

A Feira de São Cristóvão é um  pedacinho do Nordeste no coração do Rio. Trata-se de um local vibrante para experimentar a cultura nordestina, sua música, danças e culinária.

5. Trilha da Pedra Bonita

Uma das trilhas mais deslumbrantes da cidade, a Pedra Bonita oferece uma vista espetacular do Rio de Janeiro. É uma aventura acessível, proporcionando uma experiência única em meio à natureza.

6. Instituto Moreira Salles

Localizado em uma bela área verde, o Instituto Moreira Salles é um centro cultural que mescla exposições de arte, fotografia e cinema, proporcionando um passeio cultural enriquecedor.

7. Jardim Botânico

Imagem mostra um túnel de árvores no Jardim Botânico do Rio de janeiro

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro, fundado em 1808 é um dos mais importantes do mundo e um verdadeiro oásis urbano. Contendo um área de mais de 54 hectares, este jardim abriga uma coleção de mais de 6.500 espécies de plantas, algumas raras e ameaçadas de extinção, e serve como um centro de pesquisa botânica de renome internacional.

8. Mirante Dona Marta

O Mirante Dona Marta, não tão conhecido quanto o Corcovado ou o Pão de Açúcar, oferece uma das vistas mais deslumbrantes do Rio de Janeiro. De lá, é possível ter uma visão panorâmica da cidade, incluindo o Cristo Redentor, a Lagoa Rodrigo de Freitas e parte da Baía de Guanabara. 

O acesso ao mirante é relativamente fácil e pode ser feito de carro ou através de uma caminhada. O local é especialmente popular entre fotógrafos, por oferecer um dos melhores pontos para capturar o nascer ou o pôr do sol na cidade.

9. Ilha de Paquetá

A Ilha de Paquetá, localizada na Baía de Guanabara, é um local tranquilo longe do agito urbano do Rio de Janeiro. A ilha, que proíbe a circulação de carros, oferece um ambiente pacífico, com ruas de saibro, bicicletas como principal meio de transporte e um ar de nostalgia. 

Paquetá é rica em história, com suas casas coloniais e espaços que remetem ao passado, como a famosa Pedra da Moreninha. É um local ideal para passeios de barco, caminhadas e para apreciar um pôr do sol encantador na praia.

10. Biblioteca Parque Estadual

A Biblioteca Parque Estadual, situada no centro do Rio de Janeiro, é mais do que uma tradicional biblioteca. Um espaço cultural moderno e interativo que oferece uma vasta coleção de livros, áreas de leitura confortáveis, além de atividades culturais diversas, como exposições, palestras e oficinas. 

Com uma arquitetura impressionante e uma atmosfera acolhedora, é um refúgio perfeito para quem busca conhecimento, inspiração ou simplesmente um local tranquilo para ler e relaxar no meio da cidade.

11. Parque das Ruínas

O Parque das Ruínas, localizado no bairro de Santa Teresa, é um local onde história e arte se encontram. Este espaço era a residência da mecenas Laurinda Santos Lobo, conhecida como a “Marechala da Elegância”, e se tornou um ponto de encontro da elite intelectual e artística do início do século XX. Hoje, suas ruínas foram transformadas em um centro cultural e um mirante aberto ao público.

O Parque das Ruínas oferece uma vista panorâmica espetacular da Baía de Guanabara, do Pão de Açúcar e do centro da cidade. O local é palco de atividades culturais, como exposições de arte, peças de teatro, concertos e eventos educativos.

12. Parque Nacional da Tijuca

Imagem do Parque da Tijuca, mostrando muitas árvores ao fundo.

O Parque Nacional da Tijuca é uma verdadeira maravilha natural dentro da cidade do Rio de Janeiro. Este parque abrange a maior floresta urbana replantada do mundo, oferecendo inúmeras trilhas, cachoeiras, e mirantes com vistas deslumbrantes da cidade.

Entre os pontos de interesse, destacam-se a Vista Chinesa, a Mesa do Imperador e a Cachoeira do Horto. O Parque da Tijuca é ideal para os amantes da natureza que buscam aventura e tranquilidade, além de ser um espaço excelente para piqueniques e observação de flora e fauna locais.

Estenda a visão sobre o Rio de Janeiro

Depois de explorar lugares menos populares e lindos ao mesmo tempo, é nítido que o Rio de Janeiro tem infinitas possibilidades, além dos pontos tradicionais. Cada um desses destinos alternativos revela uma faceta única do Rio, mostrando que a cidade maravilhosa é um mosaico cultural e natural de beleza e diversidade. 

Ou seja, esses passeios alternativos são oportunidades para entender melhor a alma da cidade, a diversidade de seu povo e a riqueza de sua cultura. Portanto, visite também esses destinos menos explorados e tenha uma visão estendida a respeito do Rio. Vivencie essas atmosferas que vão além dos típicos cartões postais da cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos posts

Descubra as maravilhas do ecoturismo no Rio de…
O turismo sustentável se consolida como uma necessidade…
Você já ouviu falar em ecoturismo? Essa atividade,…

Você pode gostar também

Monumento mais icônico do Brasil, símbolo do país…
Os patrimônios culturais do Brasil são repletos de…
No momento de programar uma viagem ao Rio…
Ao fazer as malas para viajar ao Rio…