10 coisas para fazer no Rio de Janeiro com chuva

Imagem panorâmica do Rio de Janeiro com o céu fechado. Há uma grande nuvem de chuva na foto.

Ao fazer as malas para viajar ao Rio de Janeiro, logo pensamos no sol, calor, praias e passeios ao ar livre pelos cartões postais da cidade. Mas e se o seu planejamento precisa mudar totalmente  por conta do tempo chuvoso, você sabe o que fazer no Rio de Janeiro com chuva? Aliás, dias assim são até comuns no Rio, em alguns meses do ano. 

Essa situação é uma das coisas que deixa muita gente na dúvida na hora de montar o roteiro na cidade maravilhosa. Mas não se preocupe com isso mais, pois este post vai te ajudar com dez super dicas para curtir o Rio de Janeiro mesmo quando está chovendo. 

Então pegue o seu guarda-chuva e venha conosco explorar as atrações do Rio em dias de chuva. Vamos lá!

Quando costuma chover no Rio?

Para o seu planejamento, é bom você saber em quais épocas mais costuma chover no Rio de Janeiro para não ter surpresas. Por incrível que pareça, nos meses de verão, de dezembro a março, as chuvas aumentam. A cidade geralmente tem verões bem quentes, mas com dias de chuva. 

À medida que chega o outono, as chuvas vão diminuindo e os dias de céu aberto ficam mais frequentes. Já nos meses de abril a junho, as chances de chuva são bem menores, normalmente. 

O inverno carioca não costuma ser chuvoso. Nessa estação do ano no Rio de Janeiro a temperatura é mais baixa, como de praxe, mas não há muitos registros de chuva. Entretanto, é bom ressaltar que esse cenário sempre pode mudar. Isso é o que normalmente ocorre durante o ano no Rio para você ter uma base. 

O que não fazer no Rio de Janeiro com chuva

Antes de saber o que fazer no Rio com chuva, é importante ter em mente os lugares que você não pode ir em dias assim, até mesmo por motivos de segurança. Veja a lista. 

  1. Evitar fazer trilhas: durante as chuvas, os locais de trilhas ficam escorregadios,perigosos, sendo alguns com possibilidade de deslizamentos. 
  2. Não ir à praia: além das praias cariocas perderem boa parte do encantamento, há riscos por conta das correntezas e mar agitado.
  3. Evitar passeios de barco e esportes aquáticos: o mar pode ficar mais instável quando está chovendo, fazendo com que os passeios de barco e a prática de esportes aquáticos fiquem perigosos.
  4. Não realizar passeios ao Pão de Açúcar e Corcovado: a chuva prejudica muito a vista, tirando bastante a beleza  desses locais, além de serem passeios com alto custo. 
  5. Desconsiderar passeios pelo Centro da cidade: Não faça passeios pelas ruas do Centro do Rio, pois é uma região que historicamente tem alagamentos em diversos pontos. 

Esses são apenas alguns alertas para dias de chuva no Rio. 

O que fazer no Rio de Janeiro em dias de chuva?

O Rio de Janeiro é  muito grande, com diversas atrações versáteis, de todos os tipos. Portanto, se estiver chovendo, você irá conseguir aproveitar a cidade. Mas afinal, o que fazer no Rio quando está chovendo? Acompanhe a lista que fizemos com dez lugares espetaculares e fechados para você conhecer. 

1- Museu de Arte Moderna (MAM)

Imagem da fachada do Museu de Arte Moderna , no Rio de Janeiro.

Localizado no belo Parque do Flamengo, o Museu de Arte Moderna abriga uma impressionante coleção de arte moderna e contemporânea brasileira. Com suas exposições internas, o local é um refúgio perfeito para os dias chuvosos, oferecendo uma jornada repleta de atrações culturais enriquecedoras.

O Museu de Arte Moderna fica aberto de quarta a domingo, das 10h às 18h.

2- Confeitaria Colombo

Interior da Confeitaria Colombo, com as luzes ligadas.

A Confeitaria Colombo fica no Centro e é um dos pontos mais tradicionais da cidade. Ela é mais do que um local para saborear doces e cafés, trata-se de uma viagem ao passado do Rio de Janeiro. Com sua decoração clássica e uma atmosfera que evoca a Belle Époque, a confeitaria oferece uma experiência única, combinando história, arquitetura e gastronomia. 

É um local perfeito para desfrutar de um café da manhã ou lanche da tarde enquanto se admira a beleza e o charme histórico do estabelecimento. Os horários de funcionamento da confeitaria são os seguintes:de segunda a sexta das 11h às 18h e aos sábados das 11h às 17h. O estabelecimento fecha aos domingos​

3- Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB)

Fachada do Centro Cultural Banco do Brasil.

O CCBB, localizado na região central do Rio, é um local que sempre guarda muitas atividades culturais. Com uma agenda repleta de exposições de arte, peças de teatro, e sessões de cinema, este centro cultural é um dos mais dinâmicos e interessantes da cidade. A arquitetura do edifício, por si só, é um atrativo, oferecendo um ambiente magnífico para a exploração cultural.

O CCBB funciona de quarta a segunda, das 9h às 18h​. 

4- AquaRio

Imagem interna do AquaRio, com peixes em um aquário ao lado.

O AquaRio também é uma ótima escolha para dias chuvosos, especialmente para famílias com crianças. Como o maior aquário marinho da América do Sul, ele proporciona uma experiência educativa e encantadora, permitindo aos visitantes conhecer de perto a diversidade da vida marinha. A tranquilidade e a beleza do ambiente subaquático oferecem um contraste relaxante com a agitação da cidade do Rio de Janeiro.

Preste atenção nos horários: durante a semana, o funcionamento do AquaRio é das 9h às 17h, com último horário de entrada às 16h. Nos finais de semana e feriados, o horário é das 9h às 18h, com último 

5- Teatro Municipal

Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

O Teatro Municipal do Rio de Janeiro é uma verdadeira joia arquitetônica e cultural. Com uma programação bem diversificada que inclui balés, óperas e concertos, assistir a um espetáculo neste local é uma experiência culturalmente rica e memorável. O interior do teatro é fascinante, com sua decoração marcante e histórica, proporciona um ambiente majestoso para a apreciação das artes performáticas.

A bilheteria do Teatro funciona das 10h às 18h. Mas lembre-se: é fundamental verificar a programação específica para horários de espetáculo

6- Real Gabinete Português de Leitura

Real Gabinete Português de Leitura

Para os amantes de livros e arquitetura, o Real Gabinete Português de Leitura é um destino imperdível. Esta fantástica biblioteca, com seu estilo neomanuelino impressionante, abriga um vasto acervo de livros que atrai pesquisadores e leitores. 

Passar uma tarde neste local, explorando as obras literárias e admirando a arquitetura, é uma maneira tranquila e enriquecedora de aproveitar um dia chuvoso no Rio de Janeiro.

Vale ressaltar que o Real Gabinete fica aberto à visitação em dias úteis, de 10h às 17h​.

7- Museu do Amanhã

Imagem da lateral do Museu do Amanhã e muitas pessoas em volta.

O Museu do Amanhã é um ícone da modernidade e inovação no Rio de Janeiro. Situado na revitalizada zona portuária, este museu de ciências é conhecido por suas exposições interativas e abordagens futuristas. As obras expostas possibilitam a reflexão sobre os caminhos da humanidade e os desafios do futuro, oferecendo uma experiência educativa e envolvente. 

Com um design arquitetônico impressionante, o museu é um destino imperdível, especialmente em dias chuvosos. O horário de funcionamento é de terça a domingo, das 10h às 18h, com a última entrada às 17h

8- Instituto Moreira Salles (IMS)

Imagem interna do Instituto Moreira Salles, em uma sala com uma exposição.

O Instituto Moreira Salles, localizado na Gávea, é um centro cultural dedicado à fotografia, literatura, iconografia e música. O IMS é conhecido por sua arquitetura modernista e elegante, assim como seus belos jardins. O lugar oferece exposições fotográficas, eventos literários e uma programação cultural diversificada, incluindo sessões de cinema.

 O ambiente é tranquilo e inspirador, sendo um excelente local para visitar em um dia de chuva no Rio, proporcionando uma experiência cultural rica e variada. Os horários de funcionamento são: de terça a sexta, das 12h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h​.

9-  Biblioteca Nacional

Imagem aérea da Biblioteca Nacional de noite.

A Biblioteca Nacional, uma das maiores bibliotecas da América Latina, é um tesouro de conhecimento e história. Com uma arquitetura impressionante de encher os olhos e um acervo extenso, é um local ideal para pesquisas e leitura.

A Biblioteca funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h , e aos sábados das 9h ao meio-dia. 

10- Museu Nacional de Belas Artes

Museu Belas artes internamente.

O Museu Nacional de Belas Artes, situado no coração do Rio de Janeiro, é um dos principais museus do Brasil e um destino imperdível para os amantes da arte. Este museu abriga uma impressionante coleção de arte brasileira, oferecendo aos visitantes um panorama abrangente da história artística do país. 

As exposições são bem variadas, desde o período colonial até a arte contemporânea, incluindo pinturas, esculturas, desenhos e gravuras. O lugar  também é conhecido por sua arquitetura diferenciada, que por si só já é uma obra de arte. O Museu funciona de terça a sexta das 10h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados das 12h às 17

11- Casa do Choro

Casa do Choro, em um ângulo de cima para baixo.

Localizada no Centro Histórico do Rio, a Casa do Choro é um espaço dedicado à música brasileira, em especial ao Choro, um dos gêneros musicais mais tradicionais e expressivos do país. O lugar oferece uma experiência cultural autêntica através de apresentações ao vivo e exposições sobre a história do Choro. É um local perfeito para apreciar a música brasileira e suas raízes. 

A Casa do Choro funciona de segunda a sexta das 17:30 às 19:30, e às quartas e quintas também das 11:30 às 14:30. Aos sábados, o funcionamento é das 17:30 às 19:30​

12- Memorial às Vitimas do Holocausto

Fachada do Memorial do Holocausto.

O Memorial às Vítimas do Holocausto é um local de memória e reflexão sobre um dos períodos mais sombrios da história humana. Este espaço, situado no bairro de Botafogo, é dedicado a preservar a memória das vítimas do Holocausto, oferecendo uma experiência educativa e comovente. Através de exposições e instalações, o museu busca conscientizar sobre a importância da tolerância e do respeito às diferenças. 

A exposição proporciona uma oportunidade de aprendizado e reflexão profunda sobre os horrores do genocídio. As visitas ao Memorial podem ser feitas de quinta-feira a domingo, a partir das 10h, com a última entrada ocorrendo às 17h. O acesso é gratuito, mas é bom ressaltar que é necessário retirar o ingresso antecipadamente pela plataforma Sympla, devido ao controle de fluxo de visitante

É possível curtir o Rio de Janeiro mesmo em dias de chuva

Claro que imaginamos o Rio sempre com sol, dias bonitos e praias cheias. No entanto, por conta da grande diversidade, há também muitas coisas pra fazer no Rio de Janeiro com chuva. De museus repletos de arte e história a centros culturais vibrantes, sempre tem algo para todos os gostos e interesses como mostramos ao longo do artigo. 

Sendo assim, mesmo com o céu cinza ou as ruas molhadas pela chuva, o Rio continua sendo um dos destinos excepcionais do Brasil. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos posts

Descubra as maravilhas do ecoturismo no Rio de…
O turismo sustentável se consolida como uma necessidade…
Você já ouviu falar em ecoturismo? Essa atividade,…

Você pode gostar também

Monumento mais icônico do Brasil, símbolo do país…
Os patrimônios culturais do Brasil são repletos de…
No momento de programar uma viagem ao Rio…
Ao fazer as malas para viajar ao Rio…